LADY GAGA VAI AO RONNIE SCOTT'S JAZZ CLUB EM LONDRES


Aí o segundo show da passagem da sua turnê de jazz em Londres é cancelado e você sente aquela onda forte do tédio te abraçar como se fosse uma tia que veio para o almoço de domingo. O que fazer? Bem, se você fosse um simples mortal provavelmente só a parte do tédio seria verdade e seu único remédio seria passar horas a fio tentando arrumar treta em alguma rede social, mas estamos falando de Lady Gaga, e o que a bicha poderia fazer estando entendiada na capital dos hipsters? Sim, manas e manos, ela foi a um bar de jazz super badalado dar a sua pinta.

Num passado antes ARTPOP, a querida provavelmente estaria saindo com "azamigs" pra bater o picumã numa dessas boates LGBT da vida e nós teríamos várias fotos da Goddess of Love ficando peladinha e agarrando a neca dos donos dos bares (sdds Venus), mas não. O ano é 2015 e a dona Lady que voltou a ser loira só quer saber de saxofones e Cole Porter, então ela foi ao badaladíssimo Ronnie Scott's Jazz Club pra uma apresentação surpresa pros amantes de jazz dessa cidade linda chamada Londres. Porque não é um simples cancelamento de show que vai impedir a futura Mrs. Kinney desistir de cantar numa terça-feira à noite.

No set, os favoritos do "Cheek to Cheek" eram tocados por Lady Gaga e o Brian Newman Quartet, incluindo os hinos "Lush Life" e "Bewitched, Bothered and Bewildered". Depois de ter sido "engraçada e amigável", nas palavras de um funcionário do bar, e de ter proporcionado "a melhor noite da vida inteira" de um fã, que ainda completou com "ela é uma pessoa extremamente talentosa", a Lady saiu do local causando aquele tumulto básico porque fãs e fotógrafos esperavam desesperadamente por ela na porta do bar pra conseguir uma pose, um flash, um carão da dona do jazz. SLAY!

Confira fotos e um vídeo da moça saindo do local:




(Clique para ver as imagens em tamanho maior)

Nenhum comentário:

Postar um comentário