TED GIOIA FAZ ANÁLISE SOBRE LADY GAGA, TONY BENNETT E CHEEK TO CHEEK


Se você não está ligado em quem é Ted Gioia, a gente explica. Ele é um historiador da música super conceituado lá na terra do fast-food e das rosquinhas recheadas. Ele é autor de vários best-sellers sobre jazz, como "A Guide to the Repertoire " e "History of Jazz". O cara escreveu uma matéria para o The Washington Post fazendo uma análise do porque artistas pop acabam se aventurando no jazz - e é claro que ele não poderia deixar de comentar sobre Lady Gaga e sua parceria com Tony Bennett, que rendeu o bem-sucedido Cheek to Cheek.

Existe um sentimento cínico na comunidade jazz que diz que quando uma grande estrela da música pop abraça o jazz é porque eles estão em um momento ruim da sua carreira e precisam de algum artifício para se restabelecerem. Isso definitivamente não é verdade com esse álbum da Lady Gaga, e definitivamente também não é verdade com o álbum de Bob Dylan. Essas são grandes obras de arte. Mas, provavelmente com uma certa frequência, quando você vê um artista do pop abraçando o jazz, deve correr para as montanhas.

É um teste de musicalidade, porque quando você canta essas músicas antigas, você permite que as pessoas façam comparações com o modo eram cantadas no passado. Então, se Lady Gaga canta um determinado padrão, ela é imediatamente comparada com Frank Sinatra, Billie Holiday ou Ella Fitzgerald - e isso traz consigo grandes riscos. Eu recomendo Lady Gaga por ela assumir esses riscos, e eu também a elogio por obter sucesso. Acho que ela mostra considerável talento como cantora de jazz, e eu não acredito que muitas estrelas pop da sua geração conseguiriam suportar o escrutínio* de cantar essas músicas ao vivo, sem auto-tune, dividindo o palco com Tony Bennett e ainda se sair bem. Extraordinário.


Ahhhhh, como você sabe, a língua inglesa é bem diferente da nossa, então fizemos uma tradução adaptada para deixar o texto mais compreensível. Ahhhhh², escrutínio*, no nosso idioma, geralmente é usado para denominar um processo de votação em urnas; aqui, o sentido é de algo feito com exímio controle e minuciosidade - que é um dos significados possíveis para a palavra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário