SERIA NOSSO SONHO? LADY GAGA FARÁ PERFORMANCE EM TRIBUTO A DAVID BOWIE NO GRAMMY AWARDS


No início de janeiro, o mundo recebeu com muito pesar a notícia do falecimento do cantor David Bowie, dois dias depois do seu aniversário, marcado pelo lançamento do seu vigésimo quinto álbum de estúdio, ★ (Black Star). O artista foi fonte de inspiração para inúmeros outros, incluindo Lady Gaga -- fã e admiradora declarada do artista que tem sua carreira marcada por inspirações em Bowie, o que inclui inclusive um alter-ego inspirado nele (Candy Warhol) e o famoso raio desenhado no rosto que Gaga usou na época em que promovia seu primeiro álbum de estúdio, The Fame (2008).


O Grammy Awards costuma fazer homenagens aos artistas que falecem como forma de manter viva suas obra e legado, e nada mais justo do que convidar Lady Gaga para fazer um tributo ao lendário ícone. Nile Rodgers, produtor que já trabalhou com o próprio Bowie em 1983, quando produziu junto com ele o hit "Let's Dance", irá dirigir a performance. O produtor também já trabalhou com artistas como Madonna, Diana Ross e o duo de Djs franceses Daft Punk.

Segundo o New York Times, a performance de Lady Gaga poderá ter até sete minutos de duração que contará com uma setlist de três à quatro músicas do David Bowie. Vale lembrar que a Intel, em parceria com a The Recording Academy, está trabalhando com a Haus of Gaga em um projeto que ainda está sendo mantido em segredo para a performance da cantora.

O site oficial da premiação fez o anúncio oficial do tributo dizendo:

Proporcionando ao público uma oportunidade de experimentar a música de Bowie mais uma vez, a homenagem será um testamento multissensorial do ícone artisticamente incrível e de criatividade sem limites.

Nós já tínhamos reservado Lady Gaga para o show deste ano, mas quando David [Bowie] faleceu - quase no mesmo momento - nós sabíamos que tínhamos de mudar de direção", disse Ken Ehrlich, produtor executivo do Grammy. "Imediatamente, conversamos e concordamos que ela [Lady Gaga] deveria ser a única a homenagear David. Ela é perfeita para ele. Então, eu procurei Nile [Rodgers] e, em pouco tempo, nós estávamos no caminho para criar o que acreditamos que não só será um grande momento no Grammy, mas um [grande momento] condizente com David", completou.

Essa será a quarta performance da Gaga no Grammy Awards. A primeira vez foi em 2010, quando performou "Poker Face", e um medley de "Speechless" e "Your Song" ao lado do cantor Elton John. No ano seguinte, a cantora saiu (literalmente) de um ovo para cantar pela primeira vez "Born This Way" -- primeiro single do seu álbum homônimo. Depois disso, Gaga só voltaria aos palcos da premiação em 2015, ao lado do Tony Bennett para uma performance de "Cheek to Cheek" -- do álbum homônimo de regravações de clássicos do jazz lançado pela dupla.

Como também não podemos esquecer, ao longo de sua curta carreira, Lady Gaga já ganhou seis gramofones -- e pode garantir o sétimo por "Til it Happens to You", indicado na categoria "Melhor canção composta para mídia visual".

O 58th Grammy Awards é produzido pela The Recording Academy e acontecerá no próximo dia 15, diretamente do Staples Center de Los Angeles e será transmitido oficialmente pela CBS (Estados Unidos) e pela TNT (Brasil).

Relembre a performance de "Born This Way", em 2011:



Nenhum comentário:

Postar um comentário