MEU POP TÁ VIVO! LADY GAGA QUER CURAR A HUMANIDADE COM THE CURE



Vocês acharam que só de chapéu rosas e clipes no deserto vive Lady Gaga, a dona-da-porr*-toda que descobriu as múltiplas formas de se reinventar a cada novo trabalho? Pois, queridas e queridos, se vocês achavam que os preparativos para a Joanne World Tour - que começa em agosto! - dariam a oportunidade para que ela divulgasse a mais recente palavra da libertação em forma de country, levou mais um tiro! Gaga aproveitou sua passagem destruidora pelo primeiro final de semana do Coachella para dividir com o mundo um novo hino - pasmem! - pop com as farofeiras e os farofeiros de plantão. Hino esse que atende apropriadamente pelo nome "The Cure".

A música foi escrita pela própria cantora, em parceria com Paul Blair (DJ White Shadow), Mark Nilan, Nick Monson e Lukas Nelson. A produção ficou por conta de Nick Monson, Lady Gaga e Detroit City.

Misturando os maravilhosos vocais da Gaga com batidas bem comuns às rádios nos últimos tempos, "The Cure" pode misturar sentimentos e dividir opiniões. Os defensores árduos de "Joanne" podem estar arrancando seus chapéus, pois, aparentemente, a cantora parece ter deixado a divulgação do seu mais recente álbum. Outros podem estar decepcionados por verem Gaga tomar um rumo comum, assumindo os ritmos facilmente digeridos pelas rádios, justamente por ela ter se consagrado nadando contra a maré, trazendo ritmos desafiantes para os ouvintes do pop.

Porém, é esse mesmo fator que pode levar os fãs e aos adoradores do pop estadunidense ao delírio, já que "The Cure" mostra uma Lady Gaga que há muito não se via, muito próxima da loira platinada com um raio no rosto que conhecemos com "The Fame", só que mais madura e antenada, transformando batidas "genéricas" e "mais do mesmo" numa deliciosa mistura de letra contagiante e melodia irresistível.

Particularmente, ainda estamos esperando "Diamond Heart" ser divulgado como single, mas como nem só de Alice se faz um little monster, recomendamos que você se permita ouvir "The Cure" mais de uma vez, porque a cada novo play você descobre uma vibe diferente dessa farofinha básica, mas recheada de pop classudo que só Lady Gaga sabe fazer.

Se "The Cure" pode indicar um relançamento do "Joanne", assim como "The Fame Monster", um novo álbum de inéditas totalmente independente ao atual trabalho da Mother Monster, ou ainda somente mais um single para agotar o verão estadunidense, não sabemos. Contudo, só podemos dizer que queremos mais doses dessa cura.

Ouça abaixo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário